Total de visualizações de página

sábado, 9 de abril de 2011

Manual de rotinas e procedimentos para consultórios ,salões, estéticas,barbeiros, podologia...


ATENÇÃO AO CONSUMIDOR

O perfil do consumidor brasileiro mudou, esta mais atendo a higiene do estabelecimento, procedimentos de higiene dos profissionais que prestam serviços na área de Beleza em geral.

PRESTADOR DE SERVIÇOS será responsabilizado por acidentes
causados aos seus consumidores, por exemplo:

- Alergias e ou intoxicações a produtos químicos utilizados naprestação de serviços, quando não forem realizados testes para verificar o nível de tolerância ao produto;
- Quando não utilizar equipamentos devidamente esterilizados ou descartável, que possam causar transmissão de doença como Aids, Hepatite B e C , Micoses, infecções, etc.

Todo cuidado é pouco quando se lida com o público, em especial quando o serviço prestado pode prejudicar a saúde do cliente e do profissional.

Prevenir doenças e promover a saúde é o dever de todos os órgãos de saúde pública, fabricantes, empresários e prestadores de serviços de embelezamento, disponibilizamos as normas de vigilância sanitária e de boas práticas no que se refere a instalações físicas, controle de produtos, medidas de higiene e limpeza e esterilização de materiais.
Os estabelecimentos, devem respeitar e se adequar a legislação sanitária vigente, seguindo as normas de boas práticas, para garantir ao profissional e a seus clientes, segurança e qualidade nos serviços que prestam, evitando riscos à saúde.

Todo estabelecimento deve ter um Manual de Rotinas e Procedimentos, que é um roteiro descritivo de cada serviço prestado, mostrando o passo a passo e as recomendações sobre as atividades executadas.

O Manual deve abordar as rotinas de trabalho assim, na elaboração do Manual, recomenda-se enfocar procedimentos quanto a:

RAZÃO  SOCIAL__________________­­­­­­_______________________________
NOME FANTASIA________________________________________________
ENDEREÇO_____________________________________________________
CEP:___________FONE_____________E-MAIL_______________________
CNPJ__________________________________
RAMO DE ATIVIDADE ____________________________________________
Responsável pelo manual_________________________________________  

Este folheto tem como objetivo básico servir como modelo para elaboração do Manual de Rotinas e procedimentos para Estabelecimentos de atendimento em saúde com e sem procedimentos invasivos (médicos, fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, nutrição, enfermeiro, estética, acupuntura, tatuaqgem, piercung, bronzeamento artificial, podólogos, terapias alternativas e outros)
Manual de Rotinas e Procedimentos
É a descrição generalizada dos procedimentos e atividades executadas em estabelecimentos Saúde, visando uma melhor conduta dos profissionais.
Para aprovação desta unidade, após a vistoria ‘’in loco’’ e adoção pelo serviço, conforme a Resolução SS-15, de 18-1-99 para concessão da Autorização Especial de funcionamento.
Apresentar junto a solicitação de licença de funcionamento inicial ou renovação, assinado e datado pelo Responsável Técnico.
I - Identificação do Estabelecimento
 

·                     Nome e endereço do estabelecimento ou profissional autônomo
·                     Nome e Registro no Conselho do Responsável Técnico
II - Objetivos do estabelecimento

·                     descrição generalizada dos procedimentos e atividades executadas em estabelecimentos Saúde, visando uma melhor conduta dos profissionais.
III - Abrângencia 
Este manual de Rotinas e Procedimentos se aplica:

·                     Consultório médico de Diagnose e Terapias
·                     Consultório médico para todas as especialidades sem procedimentos inavasivos.
·                     Consultório médico para todas as especialidades com procedimentos inavasivos.
·                     Clínica Médica do tipo I, II e III
·                     Consultório de psicologia e outros
·                     Consultório de fonoaudiologia com audiometria e impedânciometro e outros
·                     Consultório de Fonoaudiologia sem exames
·                     Clínica de Fisioterapia Reabilitação
·                     Clínica de Fisioterapia sem Reabilitação
·                     Clínica de Estética Corporal
·                     Consultório de Terapias Alternativas
·                     Consultório de Acupuntura
·                     Estabelecimentos de colocação de Tatuagem, pirceing, bronzeamento artificial
·                     Consultórios de podólogos
IV - Tipos de procedimentos realizados no local
V  - Esterilização
 

·                     Equipamentos utilizados para a esterilização
·                     Relação de tempo e temperatura utilizado na esterilização
·                     Tipo de esterilização adotada ( químico, físico ou ambos)
·                     Tipo de embalagem utilizada
·                     Acondicionamento de materiais estéreis
·                     Informar se é adotado algum tipo de controle de eficácia da esterilização ( químicos, fitas ou selos e biológicos) e se são assentados em livros
·                     Observação do prazo de validade da esterilização
VI - Equipamentos utilizados 

·                     Número de instrumentais necessários para realização dos procedimento
·                     relacionar equipamentos do local e manutenção anual e limpeza e desinfecção de área.
VII - Registro de pacientes 

·                     Modelo de ficha clínica ou livro registro de pacientes
·                     Número de pacientes atendidos diariamente (agendamento)
VIII - Equipamentos de proteção individual 

·                     Tipos de equipamentos de proteção individual utilizado
IX - DESTINO DOS RESÍDUOS

·                     Acondicionamento dos resíduos de saúde
·                     Inscrição nas coleta de resíduos
·                     O local onde são armazenados possui tampa








VERIFICAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS DE MANIPULAÇÃO – SALÕES DE BELEZA
ATENÇÃO AO CONSUMIDOR

O perfil do consumidor brasileiro mudou, esta mais atendo a higiene do estabelecimento, procedimentos de higiene dos profissionais que prestam serviços na área de Beleza em geral.

PRESTADOR DE SERVIÇOS será responsabilizado por acidentes
causados aos seus consumidores, por exemplo:

- Alergias e ou intoxicações a produtos químicos utilizados naprestação de serviços, quando não forem realizados testes para verificar o nível de tolerância ao produto;
- Quando não utilizar equipamentos devidamente esterilizados ou descartável, que possam causar transmissão de doença como Aids, Hepatite B e C , Micoses, infecções, etc.

Todo cuidado é pouco quando se lida com o público, em especial quando o serviço prestado pode prejudicar a saúde do cliente e do profissional.

Prevenir doenças e promover a saúde é o dever de todos os órgãos de saúde pública, fabricantes, empresários e prestadores de serviços de embelezamento, disponibilizamos as normas de vigilância sanitária e de boas práticas no que se refere a instalações físicas, controle de produtos, medidas de higiene e limpeza e esterilização de materiais.
Os estabelecimentos, devem respeitar e se adequar a legislação sanitária vigente, seguindo as normas de boas práticas, para garantir ao profissional e a seus clientes, segurança e qualidade nos serviços que prestam, evitando riscos à saúde.

Todo estabelecimento deve ter um Manual de Rotinas e Procedimentos, que é um roteiro descritivo de cada serviço prestado, mostrando o passo a passo e as recomendações sobre as atividades executadas.

O Manual deve abordar as rotinas de trabalho assim, na elaboração do Manual, recomenda-se enfocar procedimentos quanto a:

RAZÃO  SOCIAL__________________­­­­­­_______________________________
NOME FANTASIA________________________________________________
ENDEREÇO_____________________________________________________
CEP:___________FONE_____________E-MAIL_______________________
CNPJ__________________________________
RAMO DE ATIVIDADE ____________________________________________
Responsável pelo manual_________________________________________ 




Devem verificar:
• Iluminação natural ou artificial adequada que permita a realização de procedimentos com segurança e boa condição visual;
• Instalação elétrica suficiente para o número de equipamentos. Não utilize extensões ou benjamins (sobrecarga): é proibido ter fiação exposta para evitar curto circuito;
• Ventilação natural ou artificial adequada que garanta um ambiente arejado;
• Pisos e paredes com revestimentos que sejam laváveis, ou seja, resistentes a limpeza com água e sabão.
•Ralos devem ter condições de fechamento ou com tela milimétrica;
• Água encanada potável;
• Ligação na rede de esgoto;
• Mobiliários devem ter superfície lisa, não porosa;
• Vestiário com armários para profissionais;
• Banheiro para os funcionários, com pia, água corrente, sabão líquido e papel toalha;
•Pia exclusiva para limpeza de material como: alicates, espátulas de metal para unhas, escovas de cabelo, pentes, bacias, cubas e outros;
•Equipamentos adequados para a esterilização de material de metal como alicates, espátulas de metal para unhas e outros;
•Tanques para lavar os panos de limpeza e higienização;
•Banheiro para os clientes, com pia, água corrente, sabão líquido e papel toalha.
•Quando em centros comerciais, pode ser utilizado o sanitário destinado ao público, desde que esteja localizado nas proximidades;
• Organizar o lixo comum em saco plástico, separando-o do lixo de material reciclável.
• Tingimento ou relaxamento de cabelos;
• Depilação;
• Tratamento estético;
• Podologia.
• Cuidados com os instrumentos de trabalho: toalhas, pentes,escovas, esterilização de alicates e orientações relativas à higienização do ambiente de trabalho.

• Higienização do Ambiente - pisos e paredes, mobiliário e banheiros e
qual a periodicidade de cada um.
• Higienização dos produtos em Geral - produtos cosméticos, toalhas, alicates, espátulas e outros.
• Processos de Esterilização - tipos de esterilização e equipamentos.
• Serviços - manicure, pedicuro e podólogo; cabeleireiro e barbeiro; depilação e esteticista;

HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE

Pisos: é necessário a retirada imediata dos cabelos decorrentes do corte,a cada cliente.
Mobiliários: devem ser limpos com água e sabão ou detergente, por dentro e por fora.
Banheiro: devem ser limpos com água e sabão e feita a desinfecção do vaso sanitário com água sanitária.

PRODUTOS EM GERAL

Os produtos utilizados para embelezamento pertencem à categoria dos
cosméticos e são regulamentados pela ANVISA

Procure nos rótulos dos produtos as seguintes informações:

• Nome do produto;
• Marca;
• Lote;
• Prazo de validade;
• Conteúdo;
• País de origem;
• Fabricante/importador;
• Composição do produto;
• Finalidade de uso do produto;
• Produtos para clarear os pelos do corpo


Número de registro no Ministério da Saúde / ANVISA para os produtos indicados abaixo, Resolução ANVISA n. 79, de 28 de agosto de 2000:
• Sabonete anti-séptico;
• Xampu, condicionador e enxaguatório capilar anti-caspa;
• Creme, gel e loção para a área dos olhos;
• Tintura temporária, progressiva e permanente;
• Enxaguatório colorante;
• Produtos para clarear os cabelos (clareador, descolorante, oxigenada 10 a 40 volumes);
• Produtos para ondular e alisar os cabelos;
• Tônico, loção e máscara capilar;
• Depilatório químico;
• Produtos para clarear os pelos do corpo;


TOALHAS DE TECIDO OU DESCARTÁVEIS

• Devem estar lavadas e preferencialmente embaladas em sacoplástico individualmente;
• Guardadas de forma organizada em local limpo, seco e arejado, podendo ser prateleira ou armário;
• Usar uma para cada procedimento, independente de ser o mesmo cliente;
• As sujas devem ser colocadas em local diferente das limpas, para evitar contaminação;

ALICATES, ESPÁTULAS E OUTROS MATERIAIS DE METAL

Devem ser lavados e escovados com sabão líquido, em água corrente abundante, ou lavadora ultrassônica a cada procedimento;
• Em seguida, enxaguar, secar e acomodar o material em embalagem apropriada para o processo de esterilização;
• Na embalagem deve constar a data de esterilização e o nome de quem preparou o material;
• A embalagem deve ser sempre aberta na frente do(a) cliente.

Recomenda-se que cada profissional tenha no mínimo 06 (seis) jogos de alicate e espátula de metal, para garantir sua saúde e a de seu cliente.



VAPOR SATURADO / AUTOCLAVE

• Os materiais de metal, depois de lavados, devem estar embalados e acomodados em embalagem que permita a passagem de vapor.

CALOR SECO / ESTUFA

•A temperatura para garantir a esterilização é de 170ºC por 1 hora ou 160º C por 2 horas.
• Não pode ser aberta durante a esterilização. Quando isto ocorre, o processo de esterilização é interrompido.
• Os alicates, espátulas e outros instrumentos de metal esterilizados devem ser guardados, em local limpo e seco e constar na embalagem a data da esterilização.

MANICURE, PEDICURO E PODÓLOGO

O profissional deve:
• Lavar as mãos antes de atender cada cliente;
• Esterilizar os alicates, espátulas e outros instrumentos de metal;
• Abrir a embalagem dos alicates, espátulas e outros instrumentos de metal na frente do cliente;
• Retirar as toalhas da embalagem plástica na frente do cliente;
• Manter o material de trabalho tipo algodão, esmaltes, removedor de esmalte e lixas novas, organizados em maletas ou gavetas;
• Manter o algodão em pote com tampa;
• Perguntar ao cliente se possui alguma alergia a esmalte ou outro produto a ser utilizado;
• Jogar no lixo os materiais descartáveis ou de uso único, como algodão, lixas de unha, protetor de cuba e de bacia, lâminas etc.

Recomenda-se:
• Colocar luvas descartáveis e só retirá-las quando concluir o serviço;
• Borrifar álcool 70% nas unhas do cliente antes do procedimento para evitar infecções.
Concluído o serviço, deve:
• Lavar as mãos após o atendimento de cada cliente;
• Lavar e esterilizar todos os instrumentos utilizados ou não, pois mesmo sem uso, estarão contaminados e devem estar limpos e esterilizados para o próximo cliente;
• Lavar as bacias e cubas com água e sabão líquido ou detergente após cada uso;
• Colocar os instrumentos utilizados em caixa plástica lavável, sinalizada:
“Instrumentos Contaminados” e prepará-los para o processo de esterilização

CABELEIREIRO E BARBEIRO
O profissional deve:
• Lavar as mãos antes de atender cada cliente;
• Perguntar ao cliente se possui alguma alergia aos produtos que vai utilizar;
• Manter as escovas e pentes em recipientes limpos e organizados;
• Usar lâminas novas a cada cliente e descartá-las após o uso.
• Usar luvas ao fazer uso de química.
Concluído o serviço, deve:
• Lavar as mãos após atender cada cliente;
• Limpar escovas e pentes, removendo os cabelos, após cada uso;
• Lavar pentes, escovas e demais equipamentos utilizados, com água e sabão líquido ou detergente, após o uso em cada cliente;
• Descartar as lâminas utilizadas em recipientes rígidos;
• Retirar do chão os cabelos decorrentes do corte.

Produtos químicos à base de formol para escova progressiva estão proibidos, pois não possuem registro na ANVISA para esta finalidade. O formol é cancerígeno e provoca queimaduras na pele e mucosas, irritação nos olhos, podendo levar à cegueira, tanto o cabeleireiro quanto o cliente.

DEPILAÇÃO
Deve ter:
• Local adequado e com privacidade;
• Maca com superfície lisa e lavável que permita higienização;
• Lençol de papel descartável que deverá ser trocado a cada nova cliente;
• Mesa auxiliar, com superfície lisa ou lavável, para a colocação dos produtos usados no ato da depilação como cremes, talco, cera e acessórios tipo pinça;
• Lixeira com saco plástico e tampa para descarte da cera usada.
O profissional deve:
• Lavar as mãos antes e depois de atender cada cliente;
• Utilizar pinça descartável ou esterilizada a cada cliente;
• Trocar o lençol descartável a cada cliente;
• Usar cera de depilação que traga no rótulo identificação do produto,
procedência, validade e número de registro no Ministério da Saúde ou ANVISA.

A cera de depilação nunca deve ser reutilizada

ESTETICISTA
São os procedimentos não invasivos como a limpeza de pele, drenagem linfática, estimulação russa e bronzeamento artificial a jato, e devem:
• Ser realizados por esteticistas cujo certificado de qualificação deve estar afixado em local visível no estabelecimento;
• Usar produtos que contenham no rótulo: registro na ANVISA;
• Usar produtos manipulados em farmácias só quando devidamente prescrito por médico, especificamente para o cliente;
• Possuir manual de instrução dos aparelhos, notificação de isenção de Registro no Ministério da Saúde / ANVISA e manutenção do aparelho conforme orientação do fabricante.

Procedimentos ou atividades de mesoterapia, dermoabrasão, depilação definitiva a laser, peeling, aplicação de botox e preenchimento de rugas com ácidos, só podem ser executados em estabelecimentos sob responsabilidade médica.

“Todos esses cuidados são para evitar doenças como sarna, piolho,
dermatites, micoses e até tétano, hepatite C e HIV”.






Nenhum comentário:

Postar um comentário